Eu pareço um reddit menina

Eu não abandono pessoas. Não, isso não. Eu apenas aceito suas escolhas, eu às respeito. E na maioria das vezes elas escolhem se afastar de mim. Já fui de correr atrás, de pedir pra ficar, mas agora não. Não às impeço, muito pelo contrário, eu às apoio em suas escolhas, e deixo-às ir. E eu pareço normal saca, um menino comum sem problema mas dentro de mim cheio de coisa. Tenho amigos de várias orientações e gostos e todos falam de sexo com uma SEDE que eu fico tipo (??). Como se eu não sentisse isso sei lá. Aí eu comecei a aceitar, se eu não consigo me aproximar das mulheres eu sou gay/bi então. A Menina dos olhos de Deus 'Mas, como está escrito:Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o ama' ... 27 votes, 15 comments. Bom... Eu até entendo um pouco, já que todo mundo diz que eu pareço ser um pedofilo de 40 anos, sendo que eu sou menor de … Eu sou modéstia a parte,bonitinha de rosto,muitas caras já se interessaram por mim,mas eu nunca iniciei minha vida amorosa ou sexual por essa insegurança.Tenho a impressão de que quando eu tirar o sutiã o cara vai rir,broxar ou sair correndo,apesar de que pessoalmente eu pareço não me importar,eu pareço até,auto-confiante,mas é sempre ... Algumas pessoas aos 14 anos aparentam ter 40, enquanto outras parecem ter descoberto o elixir da juventude mesmo na maturidade. Isso seria uma vantagem ou uma desvantagem? A pergunta permanece em aberto, mas uma coisa é certa: tentar adivinhar a idade de alguém somente pela aparência pode ser mais difícil do que parece. Mesmo depois de ver a certidão de nascimento dos nossos heróis de ... Existem muitas pesquisas provando que a idade e a satisfação com a vida influenciam a nossa escolha do corte de cabelo. Quanto mais nos amamos e aceitamos a nossa individualidade, melhor fica o resultado final. Porém, a determinação em mudar completamente a nossa visão enfrenta uma realidade severa: o nível de experiência do cabeleireiro pode não corresponder ao preço que pagamos, ou ... Aqui faz um calorão, meeeeesmo, e é suuuuper úmido. O lifestyle é tranquilo, rústico e tem que se vestir um pouco melhor quando vamos às cidades. Não estou mais “me gostando” de bermudas (short nunca foi uma opção para mim pelas pernas não serem o meu ponto forte. Um dos atores mais populares com o nome Erik é Erik King, que é famoso por seus papéis em Dexter e Oz. 19 'Nomes que terminam em -er: Parker, Hunter, Carter, Sawyer, Tyler, etc.' 'Eu sempre pareço acabar com Bens ou Dans, mas eu não acho necessariamente esses nomes' quentes '. Talvez apenas reconfortante ou algo assim. DESCULPA, MAS EU NUNCA ESTIVE INTERESSADO EM UMA MENINA EU PAREÇO UMA MENINA GOSTOSA, MAS SOU NOMEM! ho Erd - memes populares no site ifunny.co

eu gosto de uma garota homofobica

2020.07.26 03:40 huky_disc eu gosto de uma garota homofobica

olá luba, gatas, leitores e possivel assistidores antes de tudo tenho q falar q se essa história aparecer na turma feira não fale meu nick do reddit, me chame só de "ky", pois não quero ser exposto.
história:
eu conheci uma garota no servidor do goularte, era ela muito engraçada e divertida, ela era bonita, ela via animes e não era chata ela era a menina perfeita.. nos começamos a conversar mais e mais.. nos ja eramos bem próximos até q eu decido algo, eu irei me declarar eu chego nela e mando o vídeo do goularte: "mande esse vídeo para sua crush sem contexto" já q o goularte fez nós se conhecermos, pq n faria nós se juntarmos? ent depois de muita treta (foi 2 semanas de paranaue q nem preciso conta aki pq eh inutil) ela aceita e fala q tbm me amava, mas n queria namorar pois daria muita merda (e daria mesmo) eu fiquei feliz do mesmo jeito um tempo se passa e eu posto algo no meu tt: "qual genero eu pareço ter" eu tweetei isso só pra ver oq as pessoas achavam d mim, depois d um tempo, uma msg no meu disc aparece a garota perfeita falou "sabe aquele teu tweet? eu não faço a minima ideia doq vc seja" eu falei: "sou hetero mesmo, falei aquilo pra ver oq as pessoas falavam de mim" logo depois dessa msg ela mandou: "ok.. é q eu acho q vc vai me odiar mas... eu sou homofóbica"
na hora fiquei tipo "AAAAAA"
mas ai eu mandei isso: "todo mundo tem seus erros, vc n pd julgar uma pessoa por um erro" e ficou por isso msm eu queria saber muito oq eu devo fazer, eu amo muito ela e não acho q esse fato vai estragar meu amor por ela... poderiam me ajudar? obrigado por ler <3
submitted by huky_disc to TurmaFeira [link] [comments]


2019.07.19 06:26 taish Dez coisas que eu aprendi nesses 1295 dias de transição [e um recado]

E se pudesse voltar no tempo, diria pra mim mesma, na noite em que decidi transicionar, louca pra sobreviver, no mínimo
(E aquela versão minha não acreditaria de jeito nenhum, a cabeçuda, porque demora pra enxergar mais que um palmo à frente no meio de tanto frio na barriga)
 
 
Bonus track, bottom line, tl;dr: vai e confia, gata. Vai mesmo sem confiar, segue cambaleante, vai ainda que fracassando temporariamente, sofre se for pra sofrer pra poder passar por isso e aprender e sair dessa melhor, aprende aos tropeços, acerta e erra, dá cabeçada mesmo, que esse é o jeito. É assim pra todo mundo. Não precisa ser perfeita, porque nem as perfeitas são perfeitas — e mesmo que fossem, não seriam perfeitas. Só acredita, e quando não der pra acreditar, deita e abraça no bicho de pelúcia e chora, porque te cabe, porque tu contém todos os tempos do mundo, todas as idades: bebê, criança, adolescente, jovem e velha; dorme que vem um novo dia, que é um novo despertar da esperança. De verdade, porque cérebro cansado e sobrecarregado de ansiedade, tem horas que só o descanso salva — e um par de vezes durante essa transição salvará, literalmente. Mas vai adiante, que no adiante tem futuro, e esse futuro vai ser formado de vários presentes, e muitos deles vão ser melhores do que tudo que tu sentiu na tua vida até aqui. Porque estar na tua própria pele, conquistar teu corpo, teu espaço, teu nome, teu grito: faz tudo valer a pena. E faz justiça por aqueles e aquelas que não puderam: que essa é a nossa sina trans, de sofrer, conquistar, e inspirar.
 
Nesses três anos e sete meses, já escrevi minha vida da frente pro avesso, por dentro e por fora — em anotações que guardei, nas que joguei fora, nas que confiei que levava comigo mesmo sem anotar, e principalmente nos fóruns trans do Reddit. Já vou chegando no ponto onde vejo que transição tem final, sim — não o amadurecimento, ou as mudanças, essas seguem; mas transição, ir de A a B, essa sim, finalmente, parece abarcável e atingível. Daí que, conjugadas as inquietações múltiplas de inícios de transição que, enfim, se aquietam, e as reflexões todas que já foram refletidas, e a disforia que persiste, mas vai cedendo e sendo controlada; escrevo e transbordo e me derramo menos, e vou podendo dedicar essa energia e tempo pra outros usos. Mas até por isso, sigo aqui no nosso espaço como guardiã, pitaqueira, mana e sister e amiga legal e amiga chata e até mesmo de mod fundadora. E se boto, todas as semanas, e mesmo todos os dias, mesmo aqueles em que nem eu nem ninguém posta nada por aqui — minha energia e tempo pelo nosso sub, é porque tenho muito carinho por esse cantinho, por todos que aqui estão, e principalmente por aqueles ainda descaminhados, que nem conseguem juntar coragem de se abrir, conversar, quiçá revolucionar-se. Às vezes parecemos quietinhos enquanto sub, e às vezes pareço quietinha ou distante como pessoa, mas não se enganem: não tem espaço igual a esse na nossa faminta internet trans brasileira, e o que vamos construindo com nossas conversas, conteúdos, desabafos e suspiros, vai criando as condições pra mais e mais de nós encontrarem a informação que precisam pra se libertar. E eu estou aqui, pro que puder ajudar. Não sei muito, e minha nossa, o que eu tenho pra aprender ainda não tá no gibi! Mas enquanto eu puder, vou estar aqui pra dividir com todxs voxês. Contem comigo que, como andam dizendo por aí, tamo junto.
<3
 
E claro, um prompt pra finalizar: pra quem já transiciona, o que você diria pra sua versão rudimentar de início de transição? Se ainda não transiciona, o que espera aprender no caminho? Conta pra gente nos comentários!
submitted by taish to transbr [link] [comments]


2018.03.18 21:08 ruskifriend Saí do meu cantinho pra ver se algo tinha mudado. E agora tô de volta aqui, só que meio chateado.

Acredito que desde o dia em que vocês me pagaram uma cachaça, eu não passava um tempo no meu final de semana com qualquer pessoa que não fosse eu e meus queridos demônios internos.
Basicamente, por algum motivo eu decidi ontem e o dia antes de ontem (sexta/sábado) que iria sair. Eu sou um cara alegre (ou ao menos eu consigo fingir bem o suficiente de forma que eu mesmo acredite nisso), então eu faço amizade muuuito fácil e a maioria das pessoas decentes que sentam pra conversar comigo, apreciam minha companhia. E evidentemente eu aprecio a deles em dobro.
Mas enfim, eu saí e aconteceram umas coisas divertidas, mas que agora que eu paro pra pensar sobre, são deprimentes pra cacete, e eu prefiro não experimentar isso de novo por um tempinho.
Pra colocar de forma simples: convidei um morador de rua pra beber cerveja comigo e com meu pai na mesa e só dei atenção à ele, tratei o cara da mesma forma que eu trato todos que não me fizeram mal nenhum, mas foquei em perguntar sobre ele, porquê eu sei que esse tipo de gente não recebe muita atenção. Depois de uns 30 minutos de conversa, o cara tava literalmente lacrimejando na mesa.
Eu achei algo bonito - uma experiência agradável que me ensinou alguma coisa. Mas parando pra pensar melhor, isso é triste pra cacete - durante minha vida inteira, eu tive somente 2 amigos (bastante ausentes) que saíssem comigo pra beber ou pra me fazer companhia, e era ruim demais porquê na época eu sentia muito falta de ter amigos como as "pessoas normais". Alguma coisa aconteceu (pílulas, em maior parte) e eu simplesmente parei de me importar, entretanto.
Mas eu nunca me senti mal ou fui excluído à esse ponto - e eu era excluído DEMAIS. Eu acho que nem se eu nunca tivesse ficado ok, eu teria chegado à esse ponto de chorar numa mesa com estranhos porquê me pagaram a merda de uma cerveja. Eu só uso essa conta pra isso, basicamente, entao eu já falei sobre a questão de tar passando por dificuldades financeiras bem acentuadas, mas que de uma semana pra cá vem se resolvendo de uma forma muito agradável, então eu tento devolver tudo que me deram quando eu precisava. (thanks for that, universe)
No mesmo dia, quando ia embora, uma menina me chamou e depois de uma breve apresentação, disse que gostou de mim e me achou "fofo, lindo e que pareço o harry potter de barba" (eu uso óculos e chequei os óculos dela, claramente estavam com defeito), ok, agradável, troquei bactérias bucais com ela e depois fui embora (se tem outra forma de se responder esse tipo de coisa, eu realmente nao sei). No outro dia (ontem/sábado) falei com ela e ela SUPER animada por eu ter dado oi, fiquei até meio assustado. Enfim, eu nao sou homem de negar um convite pra se alcoolizar, então a gente se encontrou e bebeu, ok - e amigo, sabe aquele tipo de gente que meio que só suga tuas energias e não oferece nada de volta? Foi isso. Foi MUITO estranho porquê quando eu comecei a ficar um pouco mais confortável, criar uma relação de ao menos amizade, a moça via uma forma de enfiar política e social justice em qualquer coisa que eu falasse/fizesse.
Tipo, teve um momento que literalmente a gente tava se beijando, e eu tenho preferências BDSM/dom-sub, e vamos deixar em: nesse quesito a gente não se batia. (jesus cristo, "não se batia", acabei de perceber a pun nisso) E não sei de que forma chegou à isso, mas eu falei:
"Bem, eu gosto de fazer o que eu gosto e de ser eu mesmo. Mas tudo bem se o que eu gosto, não é o que você gosta." e parei de beijar ela, claramente dizendo "yeah, you're cool but we don't match". A resposta da menina foi nada menos que:
"Você gosta de quê? Bater em mulher?"
(Deixando claro que a gente tava SE BEIJANDO, só. Eu não tava fazendo literalmente nada, só beijando de uma forma firme... eu acho q nao é muito agradável descrever como é um 'beijo de forma firme' ahahah)
E quer saber, eu vou parar de falar sobre isso por aqui. Mas essas foram duas, das três principais coisas que me colocaram correndo de volta pro meu quarto feito uma barata. A terceira e o que coloca o ponto final nessas minhas aventuras pra fora de casa é simplesmente que eu tava apreciando uma boa música com uma boa cerveja, e eu gosto de dançar, e literalmente algumas pessoas tentaram me humilhar porquê eu tava tentando deixar o meu dia mais feliz - uma coisa que eu preciso tentar todos os dias, e que já é difícil demais sem ter outras pessoas tentando atrapalhar. Um homem gay me chamou e me deu uma cantada, depois quando soube que sou hétero e voltei pra dançar, deu risada e perguntou (achando que eu não ia ouvir) "quem tá aí???" no sentido de "tá possuído o menino ahahaha, é macumba" e ficou rindo com o amigo dele.
O que é irônico, porquê eu sigo o caminho da mão-esquerda (popularmente conhecido como capetismo, eu acho - carrego um símbolo no pescoço - cruz de malta e um ankh, só pra deixar claro que não é nada edgy, quem vê provavelmente acha que é algo cristão. uso desde que decidi tentar melhorar e não tiro esse colarinho desde lá - e vai ver foi daí que saiu a ideia dele de tentar me humilhar dessa forma), mas que se foi algum demônio me possuindo que fez com que eu pudesse parar de ter vergonha de ao menos tentar ser feliz, e parar de querer morrer o tempo inteiro, ou ter vergonha até de olhar nos olhos das outras pessoas, eu gosto desse demônio demais e adoraria fazer companhia pra ele no inferno - já tenho mais de uma década de experiência com "viver em um inferno" de toda forma.
É isso. Acho que não tinha nenhum lugar pra falar, porque pelo visto fui banido automaticamente do /offmychest, que era o lugar que usava pra desabafar, porque eu dei subscribe no /the_donald (e no /politics) pra poder fazer esse experimentozinho.
Um feliz início de semana à todos vocês, agradeço se você leu - agradeço se não leu, também (se bem que vc não teria como saber disso se vc não leu). Me perdoem por não colocar tudo de uma forma mais clara e não tão embaralhada - eu tô exausto.
submitted by ruskifriend to brasil [link] [comments]


2017.07.16 14:33 SteinsEater Como eu posso me libertar das "correntes" que me prendem e não me deixam ser quem eu realmente sou?

Algum tempo atrás, conheci uma menina. Ela é linda e tem os mesmos hobbies que eu. Ela se interessou por mim no começo deste ano. Eu sabia que ela gostava de mim, e eu gostava dela, mas eu tinha medo do que os outros iriam pensar. Eu não conversava muito com ela e nem dava muito atenção, mas eu gostava dela. Um dia, nós ficamos antes da aula começar e em outro dia nós saímos para ir ao cinema. Eu nunca dei a atenção que ela realmente merecia, porque tenho algum receio que nem mesmo eu sei qual é. Eu nunca tive um relacionamento antes e não sei como as coisas funcionam e, no final das contas, errei em tudo. Um dia, vi ela andando de braços dados com um outro menino e resolvi perguntar para ela qual era o significado daquilo, então ela me disse que se interessou por outro cara. Eu nunca fiquei tão triste na minha vida...
Após isso, esperei um tempo e mandei uma mensagem para ela falando como eu realmente me sentia sobre ela, que eu gostava muito dela e queria uma nova chance, mas ela recusou e disse que só queria amizade. Eu fiquei muito triste, mas não triste por ela, fiquei triste comigo mesmo por ser um bosta e fazer tudo errado. Eu não entendo porque sou assim. Eu não pareço um homem quando se trata de atitude. Eu não dava atenção para ela porque eu tinha medo dela me rejeitar, pois eu não me acho um cara legal e bom. Eu errei em tudo e me arrependo amargamente por isso. Às vezes, penso que há algo errado comigo, pois todas as pessoas da minha idade se pegam e ficam na maior safadeza, mas eu não consigo fazer isso; eu não sei como ser homem de verdade no quesito atitude.
Ontem, eu fui numa festa e encontrei-a lá. Eu fiquei feliz por vê-la, mas depois só veio tristeza: eu vi ela ficando com um menino. Eu já deveria saber que ela estava namorando outro cara, até porque ela me disse isso, mas eu me recusei a aceitar isso porque eu realmente gosto muito dela. Eu não sei porque eu gosto tanto assim dela, realmente não sei, mas só sei que me preocupo e importo com ela.
Quando ela ficou com o cara na festa e eu vi, eu fiquei com um ódio tremendo de mim mesmo. Qualquer pessoa nessa situação tomaria uma atitude, mas eu não fiz nada, NADA. Eu fiquei com uma sensação horrível no meu peito que nunca tinha sentido antes. Eu não sei o que é, mas era amargurante e eu mal conseguia aguentar; eu nem senti essa sensação no coração, como algumas pessoas dizem, mas sim no fundo do meu peito, como se fosse na minha espinha. Uma sensação horrível. Eu fiquei olhando ela e me lamentando por ser um "saco de batatas". A menina que eu gosto estava lá na minha frente beijando outro cara e eu fiquei olhando. Realmente, me odeio. Cheguei em casa e chorei a noite inteira. Eu não aproveitei nada da festa, pois eu tenho vergonha de dançar e chegar nas meninas e também porque perdi toda a autoestima quando vi ela beijando um outo cara.
Eu não sei o que fazer mais da minha vida, pois eu sou um bosta. Eu não consigo fazer nada certo. Eu tenho medo de me relacionar com as pessoas e isso me custou caro, pois perdi a menina que amava. Eu não tenho amigos e me importo muito com o que as pessoas pensam de mim e isso é meu defeito, um defeito que não consigo mudar. Eu sinto como se houvessem "correntes" que me seguram, e essas correntes são a opinião das pessoas e minha falta de atitude. Eu sinto como se eu nunca tivesse sido eu mesmo todos esses anos em que vivi; eu era uma imagem criada sobre a expectativa das pessoas. Eu sou tão bosta que não consigo nem dizer para as pessoas que sou ateu quando elas perguntam se eu acredito em Deus, pois eu tenho medo de ser rejeitado. Eu só sei lamentar os erros.
Por favor, alguém me ajude. Eu não sei como lidar com tudo isso. Eu espero que tenha algum psicologo que frequente o Reddit e que possa me ajudar, pois eu sei que tenho algum problema. Acho que não é normal escrever um texto em um site como o Reddit enquanto chora e se lamenta.
submitted by SteinsEater to brasil [link] [comments]


Leonardo - Pareço um Menino (Ao Vivo) - YouTube Soluço PORQUE EU NÃO PAREÇO TER 13 ANOS! Imitando Fotos de Famosas que Dizem que eu Pareço! Fábio Jr. - Pareço um Menino (Ao Vivo) - YouTube Rebeldes Outra Frequncia Letra Fábio Jr. - Pareço um Menino (ao vivo) - YouTube EU, VOCÊ, DOIS FILHOS E UMA CATUABA (ft. Dani Russo) - Dungeon Hunter 5 Qual Personagem do Miraculous Ladybug Você É? Eu sou garoto não menina! 'Por que não veste uma saia?' -ep2- [Yaoi/Yuri][Gacha Life]

A Menina dos olhos de Deus

  1. Leonardo - Pareço um Menino (Ao Vivo) - YouTube
  2. Soluço
  3. PORQUE EU NÃO PAREÇO TER 13 ANOS!
  4. Imitando Fotos de Famosas que Dizem que eu Pareço!
  5. Fábio Jr. - Pareço um Menino (Ao Vivo) - YouTube
  6. Rebeldes Outra Frequncia Letra
  7. Fábio Jr. - Pareço um Menino (ao vivo) - YouTube
  8. EU, VOCÊ, DOIS FILHOS E UMA CATUABA (ft. Dani Russo) - Dungeon Hunter 5
  9. Qual Personagem do Miraculous Ladybug Você É?
  10. Eu sou garoto não menina! 'Por que não veste uma saia?' -ep2- [Yaoi/Yuri][Gacha Life]

Abertura: Amigo, vc fez merda [LubaTV] His Theme [Tema Asriel] Say my name [David Guetta] Counting Stars [OneRepublic] His Theme [Tema Asriel] Efeito engraçado e especial: Sia - ChandeliAlan ... Music video by Fábio Jr. performing Pareço Um Menino. (C) 2012 Sony Music Entertainment Brasil Ltda Eu recitei meu poema 'Soluço' nesta cena do filme infantil 'Poesia & Melodia'. Aqui abaixo vc pode ler o poema inteiro, que faz parte da coleção 'Poemas Divertidos'. SOLUÇO Hic! Não consigo ... bom dia meus louquinhos!! hoje eu vim (de novo) com um super video de explicaçao! (depois de amanha tem video de volta as aulas, ativem o sininho) minhas redes sociais: snap: gabi.everdeen insta ... Personali Testes - Qual Personagem da Miraculous Ladybug Você É? Ladybug, Gato Preto, Plagg, Tikki, Hawk Moth, Alya - Teste do Miraculous Ladybug Eu não conhecia essa série até a sugestão de ... Music video by Leonardo performing Pareço Um Menino (Video - Ao Vivo). (C) 2005 BMG BRASIL LTDA. Music video by Fábio Jr. performing Pareço Um Menino. (C) 2003 BMG BRASIL LTDA. UM COMPANHEIRO IRRITANTE (ft Lucas Inutilismo) ... EU ESCOLHO VOCÊ - DreamHack ... 11:08. Muca Muriçoca 1,407,786 views. 11:08. MENINOS x MENINAS - CrossFire - Duration: 8:10. Muca Muriçoca ... Às vezes eu pareço estar perdido Em um mundo que não faz sentido Como se estivesse flutuando por aí Em outra dimensão Me sinto assim, ninguém entende Como sou, me julgam Mas, não sabem como ... RICE WATER FOR EXTREME HAIR GROWTH How To Make Rice Water Hair Growth Rinse - Duration: 10:01. Audrey Victoria Recommended for you